Leugrife Modas Menu principal
Buscar produtos
Categorias
Alimenta√ß√£o para beb√™ (3) Banho, sa√ļde e higiene beb√™ (0) Bolsas Famosas (2) Bonecas e acess√≥rios (3) Brinquedos para beb√™s (1) Brinquedos (1) Roupas de beb√™ (8) Roupas masculinas (4) √ďculos (0) Roupas Infantis (239) Video Games (0) Sapatos (1) Cuidados com o corpo (1) Perfumes e fragr√Ęncias (1) Roupas femininas (43) Seguran√ßa para beb√™ (0) T√™nis (0) √ďculos de sol (3) Cosm√©ticos importados (1) Produtos diversos (1) Produtos USADOS (0) Roupas Infantis (0)
Todos os Produtos
Carrinho de compras
Mostrar meu carrinho
N√£o h√° produtos no seu carrinho.
Minha Conta
Acessar minha conta



Perdeu a senha?
Esqueceu o seu usu√°rio?
Criar minha conta
Por fabricantes
Medida das calÁas
Atendimento Online
Faca seu comentario
LeuGrife.com aprovada pelos clientes

A marca Diesel

Diesel

A marca DIESEL, preferida dos jovens ‚Äúdescolados‚ÄĚ do mundo inteiro, tornou-se um √≠cone da moda fashion, principalmente em virtude de seus famosos jeans confort√°veis, com cara de usados e caimento impec√°vel, com mais de 40 modelos e 50 tipos de lavagens, que continuam sendo para poucos que gastam muito. A DIESEL, que ousou ao colocar no lado direito do bolso frontal a marca em uma etiqueta transversal, tornou-se um ‚Äúobjeto de desejo‚ÄĚ.

A história

Calças Diesel

A marca DIESEL foi criada pelos italianos Renzo Rosso e Adriano Goldschmeid, este √ļltimo dono de uma confec√ß√£o, no ano de 1978 em Mil√£o. O nome foi escolhido porque a palavra significava exatamente a mesma coisa em qualquer lugar do mundo e podia ser pronunciada da mesma forma em diversos idiomas. Uma indica√ß√£o clara de criar uma marca de jeans com apelo global. O jeito de simplificar as coisas s√≥ deu bons resultados. A DIESEL foi oficialmente lan√ßada no mercado em 1979 atrav√©s de sua cole√ß√£o masculina.

As cal√ßas jeans com apar√™ncias de usadas fizeram os varejistas pensarem que Renzo era louco, especialmente quando deu a esses jeans um pre√ßo superior. Mas os clientes pensaram de outra maneira, e a marca come√ßou a crescer, especialmente na d√©cada de 80 quando teve um crescimento explosivo dentro do mercado italiano, passando a exportar seus produtos j√° no ano de 1981. Em 1985 Renzo Rosso tornou-se o √ļnico propriet√°rio da marca ao comprar a parte de seus s√≥cios, se tornando o grande homem por tr√°s da DIESEL.

Cinco anos depois os jeans j√° eram distribu√≠dos em butiques de 36 pa√≠ses. Foi deste momento em diante que a marca come√ßou um crescimento muito grande. Em 1991 a marca iniciou sua expans√£o internacional com o slogan ‚ÄúFor Successful Living‚ÄĚ (algo como ‚Äúpara se viver de forma bem-sucedida‚ÄĚ, inspirada em an√ļncios da d√©cada de 50). Em 1996, o empres√°rio italiano deu sua tacada mais ousada: entrou no mercado americano. Instalou sua primeira loja em Nova York, exatamente em frente √† maior loja da Levi‚Äôs na cidade, em um ato de evidente provoca√ß√£o. O sucesso dos jeans car√≠ssimos e com apar√™ncia de anos de uso foi t√£o grande que o mercado americano tornou-se o maior da marca. Esta d√©cada foi o per√≠odo em que a marca DIESEL mais cresceu gra√ßas √†s exporta√ß√Ķes. A marca se tornou conhecida por seus cat√°logos, extremamente radicais e arrojados.

A DIESEL vende mais de 25 milh√Ķes de cal√ßas jeans anualmente. O jeans √© feito quase que artesanalmente, num processo que inclui lavagens √† m√£o e √°gua em temperatura controlada. A m√£o-de-obra √© composta basicamente de artes√£os: cada costureira da DIESEL ganha o equivalente a cerca de 12 000 reais por m√™s. Para garantir a pronta entrega para qualquer pa√≠s, a f√°brica deixa √† disposi√ß√£o, na It√°lia, um estoque com cerca de 400 mil pe√ßas. Com pre√ßos que variam entre US$ 150 e US$ 800 por pe√ßa, a DIESEL j√° deixou para tr√°s, em termos de prest√≠gio, marcas fortes, como a americana Calvin Klein.

O sucesso da marca consiste na combinação de criatividade, originalidade, interpretação do futuro, estratégias de comunicação e tecnologia. E muita dose de ousadia, é claro. Antenado ao crescimento e a profissionalização do luxo no mundo, Renzo Rosso, vem expandindo seu poder adquirindo marcas já consagradas como Vivienne Westwood Red Label, NY Industry, Dsquared e belga Martin Margela.

Calça Diesel

A linha do tempo

1979
‚óŹ Lan√ßada a primeira cole√ß√£o masculina da marca.
1984
‚óŹ Introduzida a DIESEL KIDS, uma linha de jeans e roupas que combinava cores vivas com design infantil, para as mais novas gera√ß√Ķes de ‚Äúantenados‚ÄĚ. Esta sub-marca da DIESEL faz roupas para pessoas de 0-16 anos.
1989
‚óŹ Lan√ßada a DIESEL FEMALE, primeiras linhas e cole√ß√Ķes exclusivamente femininas.
1994
‚óŹ Introduzida a sub-marca 55-DSL, uma linha de roupas despojadas e arrojadas, destinada aos esportes radicais.
‚óŹ Ainda este ano lan√ßou sua primeira cole√ß√£o de √≥culos.
1997
‚óŹ Introduzido o primeiro perfume da marca, chamado Diesel Plus Plus. Depois foram lan√ßados outros perfumes como Diesel Zero Plus (1989) e Green (2002).
1998
‚óŹ Lan√ßamento da linha top DIESEL STYLE LAB (literalmente um ‚Äúlaborat√≥rio de estilo‚ÄĚ da marca), que primava pela inova√ß√£o e a ousadia nos tecidos, acess√≥rios e design.
1999
‚óŹ Introduzida a linha de rel√≥gios, em uma parceria com a marca Fossil.
2001
‚óŹ Introdu√ß√£o da Diesel Denim Gallery Collection, uma cole√ß√£o limitada de jeans sofisticados e car√≠ssimos, produzidos totalmente √† m√£o em pequenas quantidades.
2002
‚óŹ Lan√ßamento da cole√ß√£o Lagerfeld Gallery by DIESEL, criada em parceria com o estilista Karl Lagerfeld. O sucesso foi imediato e as pe√ßas sumiram rapidamente das prateleiras da Diesel Denim Gallery, no Soho, em Nova York. Na √©poca do lan√ßamento uma cal√ßa exclusiva DIESEL assinada por Lagerfeld custava, no m√≠nimo, o equivalente a R$ 700 - embora algumas pe√ßas mais elaboradas chegassem a R$ 5 mil.
2003
‚óŹ Lan√ßada uma pequena linha de j√≥ias com a marca DIESEL.
2006
‚óŹ Lan√ßamento, em setembro, da cole√ß√£o de roupas √≠ntimas para homens e mulheres. Concebida pela equipe criativa da marca, dirigida por Wilbert Das, a linha DIESEL INTIMATE apresentava uma vasta gama de pe√ßas, desde as mais ousadas √†s mais confort√°veis e desportivas.

Campanhas que fizeram história

N√£o √© s√≥ o ajuste perfeito do jeans que fez da DIESEL uma das marcas de maior destaque na It√°lia e no mundo. Al√©m do produto de primeir√≠ssima linha, o que seduz a clientela Diesel, os chamados DIP, Diesel Important People, s√£o as campanhas publicit√°rias, sempre irreverentes, provocantes e pol√™micas. Mais do que comercializar produtos, a marca prop√Ķe um estilo de vida e o fato de suas controversas campanhas publicit√°rias terem imenso apelo junto aos consumidores √© ineg√°vel. Essas famosas campanhas come√ßaram nos anos 80 e, desde ent√£o se caracterizam por possuir um √ļnico briefing criativo utilizado no mundo todo e criticar toda a disciplina da publicidade com suas transgress√Ķes. Essas campanhas publicit√°rias, que consomem cerca de US$ 50 milh√Ķes por ano, s√£o sempre ir√īnicas e delirantes: as promessas de um viver bem-sucedido s√£o retratadas de forma exagerada e at√© mesmo absurda. Mostram negros africanos milion√°rios tomando champanhe e comendo caviar em limusines. Ou um casal jovem e sexy, por√©m maltratado, vestindo jeans moderno e batendo boca em uma desorganizada cozinha dos anos 60, de uma fam√≠lia de brancos pobres. Ou ainda pregam a juventude eterna em an√ļncios em que modelos de ‚Äú120 anos‚ÄĚ com pele de boneca d√£o a receita da longevidade. Na d√©cada de 80, por exemplo, provocou tremenda pol√™mica ao veicular uma campanha em que dois marinheiros se beijavam apaixonadamente. A √ļltima pe√ßa, rec√©m-lan√ßada, segue o mesmo conceito: uma modelo vestida de anjo que faz gestos obscenos para quem olha.

Campanha Diesel

Uma das a√ß√Ķes mais ousadas da marca aconteceu em 2001, quando a garota-propaganda era uma cantora polonesa famosa e decadente chamada Joanna Zychowicz, em cuja exist√™ncia muitas pessoas passaram a acreditar, com direito a f√£-clube, m√ļsicas e manchetes escandalosas em um tabl√≥ide sensacionalista - tudo ‚Äúde mentirinha‚ÄĚ. O fundador da DIESEL levou pouco mais de duas d√©cadas para transformar uma fabriqueta de cal√ßas desbotadas com apelo underground em uma das mais prestigiadas grifes do mundo. E grande parte deste sucesso deve-se a ousada e agressiva linha de comunica√ß√£o adotada pela marca.

Diesel

O hotel

A DIESEL n√£o se contentam em vesti-lo: ela quer hosped√°-lo. Tudo come√ßou em 1994 quando Renzo Rosso comprou o decadente hotel Pelican em Miami Beach. Quatros anos depois o hotel, totalmente reformado e decorado pela equipe de estilistas da DIESEL, foi reaberto com o nome Diesel Pelican Hotel. O hotel se transformara em uma hospedaria de primeira classe nem um pouco convencional. Foi criado para ser uma arma extra na estrat√©gia de comunica√ß√£o da marca e logo virou ‚Äúpoint‚ÄĚ entre os descolados da moda, da m√ļsica e do cinema. As trinta su√≠tes foram decoradas cada uma de um modo e receberam nomes inusitados, como ‚ÄúGarota Psicod√©lica‚ÄĚ (um quarto vermelho com cadeiras em forma de cora√ß√£o) e ‚ÄúUma Fortuna em Alum√≠nio‚ÄĚ (com desenhos prateados nas paredes). A decora√ß√£o era uma interessant√≠ssima mistura de estilos, com mesas e cadeiras dos anos 40 mesclando-se a eletrodom√©sticos dos anos 60 e bugigangas hi-tech do s√©culo 21, como uma televis√£o de plasma de 50 polegadas na su√≠te presidencial. Cores fortes nas paredes, ventiladores de botequim no teto, sof√°s com tecido de zebra, geladeiras antigas encimadas por ping√ľins de lou√ßa, cadeiras Lu√≠s XVI. Para alguns, um mau gosto sem tamanho. Para o pessoal da DIESEL (e os seguidores da marca), um grande barato ‚Äď ou ‚Äúo √ļnico hotel do mundo onde voc√™ realmente se sente em casa‚ÄĚ. E n√£o parou por a√≠: toneladas de material foram reaproveitadas de boates, igrejas, escolas e de tudo que tenha sido demolido na Ocean Drive, Miami Beach, uma das avenidas mais descoladas de Miami Beach, pelo designer sueco Magnus Ehrland. ‚ÄúUma venera√ß√£o √† cultura underground, que remonta aos cineastas John Waters, Pedro Almod√≥var e aos desenhos da Disney‚ÄĚ, diz o pr√≥prio Rosso. Com quartos extravagantes e di√°rias que chegam a US$ 440, exceto a fant√°stica su√≠te presidencial com tr√™s quartos voltados para o mar, dois banheiros e TV de plasma (custa US$ 2.500 e s√≥ pode ser utilizada quando Renzo Rosso n√£o est√° nos Estados Unidos), o hotel vive lotado. √Č l√° que a fam√≠lia Rosso (seis filhos de dois casamentos) passa as f√©rias de ver√£o.

Marca Diesel

O gênio por trás da marca

Diesel Renzo

O nome de Renzo Rosso, um italiano de 52 anos filho de agricultores de Brugine, pequeno vilarejo do norte da It√°lia, j√° tem seu lugar reservado na hist√≥ria da moda como o criador do imp√©rio DIESEL. Nascido em Molvena, uma pequena cidade rural no nordeste da It√°lia, j√° come√ßou a desenhar suas pr√≥prias roupas em 1975, quando era rec√©m-formado em Engenharia T√™xtil. Costuma dizer: ‚ÄúComecei desenhando roupas para mim e para os meus amigos. Queria dinheiro para comprar uma lambreta, s√≥ isso. Mas acabei indo um pouco mais longe‚ÄĚ. Na mesma √©poca, teve a id√©ia de criar o Genius Group (do ingl√™s, ‚Äúgrupo de g√™nios‚ÄĚ), uma uni√£o de for√ßas de v√°rias pequenas confec√ß√Ķes da regi√£o, iniciativa que deu origem a marcas bem-sucedidas como Katherine Hamnett, Ten Big Boys e, obviamente, DIESEL. Nos anos 90, o estilista foi nomeado ‚ÄúEmpres√°rio do Ano‚ÄĚ pela empresa norte-americana de consultoria empresarial Ernst & Young e mencionado pela revista inglesa Select entre as 100 pessoas que mais contribu√≠ram para moldar o novo mil√™nio. Apesar da marca DIESEL ter crescido absurdamente, ele ainda acompanha cada detalhe de perto, desde reuni√Ķes de rotina at√© o processo de sele√ß√£o de novos funcion√°rios. O lema desse vision√°rio, apaixonado pelo trabalho, √© ‚Äúa Diesel n√£o √© a minha empresa, √© a minha vida‚ÄĚ.

Os dados

‚óŹ Origem: It√°lia
‚óŹ Funda√ß√£o: 1978
‚óŹ Fundador: Renzo Rosso e Adriano Goldschmied
‚óŹ Sede mundial: Molvena, Vicenza
‚óŹ Propriet√°rio da marca: Diesel S.p.A.
‚óŹ Capital aberto: N√£o
‚óŹ CEO: Renzo Rosso
‚óŹ CFO: Antonio Sperati Ruffoni
‚óŹ Faturamento: US$ 1.6 bilh√Ķes (estimado)
‚óŹ Lojas: 400
‚óŹ Presen√ßa global: 98 pa√≠ses
‚óŹ Maiores mercados: Estados Unidos, Inglaterra e Jap√£o
‚óŹ Funcion√°rios: 3.500
‚óŹ Produ√ß√£o: 25 milh√Ķes jeans/ano
‚óŹ Segmento: Vestu√°rio
‚óŹ Principais produtos: Cal√ßas jeans e roupas casuais
‚óŹ Outras marcas: 55-DSL e Diesel Kids
‚óŹ √ćcones: A etiqueta vermelha e seus jeans
‚óŹ Slogan: For Successful Living.
‚óŹ Website: www.diesel.com


A marca no mundo

A marca de jeans mais cobi√ßada da atualidade e admirada por astros como Nicole Kidman, Sandra Bullock, Gwyneth Paltrow, Brad Pitt, Bruce Willis, Gisele Bundchen, Tom Cruise, Dennis Quaid, Bono Vox, Lenny Kravitz, John Gagliano e Karl Lagerfeld, que tem sede na cidade de Molvena, norte da It√°lia, est√° presente em mais de 98 pa√≠ses com cerca de 400 lojas pr√≥prias, controlando 15 subsidi√°rias na Europa, √Āsia √© Am√©rica, e empregando mais de 3 mil pessoas. A marca tem cerca de 30 Flagship Stores (lojas √Ęncoras) em cidades como Nova York, Londres, San Francisco, Berlim, Barcelona, Paris, T√≥quio, Hong Kong e Roma, al√©m de lojas menores em cidades como Santa Monica, Antu√©rpia e S√£o Paulo. Hoje, 85% de suas receitas (US$ 1.6 bilh√Ķes) v√™m do exterior, sobretudo dos Estados Unidos, da Inglaterra e do Jap√£o. A loja do shopping Iguatemi, o mais sofisticado de S√£o Paulo, √© a que mais vende por metro quadrado no mundo.


Você sabia?

‚óŹ A marca foi inclu√≠da no ranking das mais luxuosas do mundo, ao lado de BMW, Rolex e Chanel.

CLIQUE AQUI e encontre os produtos da Diesel em nosso site.

Fonte: www.mundodasmarcas.blogspot.com

 
Roupas da Moda EUA
ENTRE EM CONTATO
(11) 3131-6279
Home
Sobre a Leugrife
Artigos de moda
Encomendas
D√ļvidas
Contato
Entre em contato Minhas compras Dúvidas Frequentes Faça sua encomenda dos EUA Sobre a LeuGrife