Leugrife Modas Menu principal
Buscar produtos
Categorias
Alimenta√ß√£o para beb√™ (3) Banho, sa√ļde e higiene beb√™ (0) Bolsas Famosas (2) Bonecas e acess√≥rios (3) Brinquedos para beb√™s (1) Brinquedos (1) Roupas de beb√™ (8) Roupas masculinas (4) √ďculos (0) Roupas Infantis (239) Video Games (0) Sapatos (1) Cuidados com o corpo (1) Perfumes e fragr√Ęncias (1) Roupas femininas (43) Seguran√ßa para beb√™ (0) T√™nis (0) √ďculos de sol (3) Cosm√©ticos importados (1) Produtos diversos (1) Produtos USADOS (0) Roupas Infantis (0)
Todos os Produtos
Carrinho de compras
Mostrar meu carrinho
N√£o h√° produtos no seu carrinho.
Minha Conta
Acessar minha conta



Perdeu a senha?
Esqueceu o seu usu√°rio?
Criar minha conta
Por fabricantes
Medida das calÁas
Atendimento Online
Faca seu comentario
LeuGrife.com aprovada pelos clientes

A marca Gucci

Gucci

Vestidos deslumbrantes. Alguns com decotes provocativos. Perfumes com aromas ex√≥ticos e inconfund√≠veis. Sapatos cl√°ssicos com ares modernos. Bolsas que s√£o carregadas por lindas e famosas mulheres nos quatro cantos do mundo. Celebridades, esc√Ęndalos, enormes fortunas e muito glamour sempre foram associados ao nome GUCCI, marca que mais sintetiza a eleg√Ęncia italiana.


A história

Guccio Gucci, filho de um artes√£o de origem humilde, adquiriu bom gosto e eleg√Ęncia encantando-se com o luxo das malas com bras√Ķes das fam√≠lias nobres enquanto trabalhava como ascensorista e posteriormente Maitr√™ no famoso e requintado hotel Savoy de Londres na virada do s√©culo 19. Em 1921, depois de seu retorno para cidade de Floren√ßa, abriu uma pequena loja com um capital de 30 mil Liras, para venda de acess√≥rios de viagem (malas e valises de luxo), feitos artesanalmente pelos melhores artes√Ķes da cidade, incluindo membros da fam√≠lia. A alta burguesia e a nobreza florentina logo reconheceu a excel√™ncia e originalidade dos produtos e em pouco tempo a marca superou os limites da cidade, impondo-se como uma das mais conhecidas entre a elite do pa√≠s. Necessitando expandir seu neg√≥cio, que agora fabricava tamb√©m malas de m√£o, a empresa mudou-se para um lugar maior em Lungarno Guicciardini em 1937.

Sapatos Gucci

Com o grande sucesso de seu negócio e clientes famosos, a marca abriu sua primeira loja na cidade de Roma em 1938 no requintado endereço da Via Condotti. No ano seguinte seus filhos, Aldo, Vasco e Ugo, ingressaram no negócio. Em 1947 a GUCCI lançou no mercado o que viria a se tornar um ícone da marca: a bolsa com alça de bambu. Somente no final desta década a GUCCI adotou oficialmente o logotipo GG, que continha duas letras G, uma normal e outra invertida, entrelaçadas. O novo logotipo começou aparecer em todas as bolsas e malas da marca, dando um ar mais aristocrático aos produtos. Pouco tempo depois, outro filho do estilista, Rodolfo, ingressou na empresa e abriu uma loja na cidade de Milão em 1951. Dois anos mais tarde falecia o fundador da empresa. Neste mesmo ano seus filhos, Aldo e Rodolfo, abriram uma loja na cidade de Nova York, onde as estrelas de Hollywood fizeram brilhar a marca florentina nas capitais do luxo de todo o mundo, seguida de unidades na Philadephia, San Francisco, Beverly Hills, Palm Beach e Chicago, dando início à internacionalização da marca GUCCI.

Ainda nesta d√©cada a marca lan√ßou outro √≠cone, o mocassim com fivela de metal, que se tornou um dos principais produtos da GUCCI, al√©m da assinatura verde e vermelha que se tornou um dos principais s√≠mbolos de identifica√ß√£o da GUCCI. Nesta √©poca, celebridades como Sofia Loren, Ingrid Bergman, John Kennedy e sua ent√£o esposa Jaqueline Kennedy eram alguns dos fi√©is clientes da marca. Essas celebridades eram constantemente fotografadas portando artigos cl√°ssicos da marca, como a bolsa com al√ßa de bambu ou o mocassim com brid√£o. Na d√©cada seguinte a empresa j√° vendia seus produtos em lojas pr√≥prias nas de cidades Londres, Paris, T√≥quio, Chicago e Hong Kong. Grace Kelly, Peter Sellers e Audrey Hepburn contribu√≠ram para que a marca se tornasse sin√īnimo de bom gosto e sofistica√ß√£o na badalada Hollywood, ganhando in√ļmeros adeptos entre as estrelas do cinema mundial.

Bolsas Gucci

Em 1989, quando a imagem da marca come√ßava a se deteriorar no mercado de luxo, Domenico Del Sole, funcion√°rio de um dos escrit√≥rios de advocacia americanos que prestavam servi√ßos √† Gucci, foi indicado para moderar e buscar solu√ßos para as diverg√™ncias internas da empresa, especialmente entre membros da fam√≠lia. No mesmo per√≠odo a Investcorp, empresa de investimento √°rabe, adquiriu 50% do capital da empresa com a sa√≠da de Aldo Gucci. Maurizzio, o √ļltimo membro da fam√≠lia trabalhando na empresa, acabou vendendo sua parte das a√ß√Ķes em 1993 por n√£o se entender com o grupo de investidores. Com Maurizzio fora, a GUCCI passou a ser liderada por Domenico Del Sole, que transferiu a sede da empresa de Mil√£o para Casellina e nomeou Tom Ford ‚Äď que j√° trabalhava na grife desde 1990 ‚Äď diretor de cria√ß√£o. Come√ßava a√≠ a nova fase da GUCCI. Al√©m do relan√ßamento das bolsas com al√ßas de bambu e dos mocassins com brid√£o, ele passou a assinar todas as cole√ß√Ķes, escolher os fot√≥grafos, decidir o tema das campanhas e at√© escolher a arquitetura e decora√ß√Ķes das lojas. Os rostos nas campanhas tamb√©m mudaram. Audrey Hepburn e Grace Kelly deram lugar √† Madonna e Tina Turner. As cole√ß√Ķes cheias de sensualidade eram bem acolhidas pela imprensa especializadas e um investimento milion√°rio em campanhas para l√° de provocativas foi realizado.

Sapatos da Gucci

Em 2000 a empresa pertencia a um grupo de acionistas, entre eles Bernard Arnault (dono do grupo de luxo LVMH) e Fran√ßois Pinault (atual dono do grupo PPR). Embora Arnault quisesse aumentar suas a√ß√Ķes para ter mais controle sobre a empresa, Del Sole e Ford conseguiram privilegiar Pinault, que atrav√©s de negocia√ß√Ķes meio que impostas, foi aumentando seu capital at√© tornar-se o √ļnico propriet√°rio da GUCCI em 2004. No mesmo ano, Del Sole e Ford sa√≠ram da empresa e a da estilista de ascend√™ncia romena Frida Gianini passou a responder pela dire√ß√£o de cria√ß√£o da marca. Com dinheiro em caixa e criatividade de sobra, a GUCCI voltou aos editoriais de moda e √†s capas das revistas de neg√≥cios. Foi a mais retumbante volta por cima da moda internacional, criando uma tend√™ncia no mercado do luxo. Hoje o logotipo da grife italiana brilha nas m√£os da estilista Frida Giannini, respons√°vel pelos acess√≥rios e o pr√™t-√†-porter feminino, e de John Ray, que assina a linha masculina.

Lojas Gucci no Brasil

A linha do tempo

1925
‚óŹ Lan√ßamento das malas de viagem de couro male√°vel.
1932
‚óŹ Lan√ßamento dos sapatos tipo mocassin.
1964
‚óŹ Lan√ßamento do cinto com fivela contendo as famosas as iniciais de Guccio Gucci.
1969
‚óŹ Lan√ßamento da bolsa com al√ßa para o ombro, especialmente desenvolvida e criada para Jackeline Kennedy, que at√© hoje √© conhecida como ‚ÄúJackie O‚ÄĚ. O modelo foi relan√ßado em 1999, vendendo o n√ļmero recorde de seis mil pe√ßas.
1979
‚óŹ Cria√ß√£o da Gucci Accessories Collection (GAC), divis√£o respons√°vel por produtos como perfumes, canetas, rel√≥gios, isqueiros, entre outros acess√≥rios.
1997
‚óŹ Lan√ßamento do perfume feminino Envy com fragr√Ęncias florais.
1999
‚óŹ Lan√ßamento do perfume Rush em um frasco moderno e jovial.
2001
‚óŹ Lan√ßamento do perfume feminino Rush 2, feito de uma composi√ß√£o de ess√™ncias de madeira de palmeira, flor de nasciso, l√≠rio do vale, freesia, gard√™nia, rosa e almiscar, resultando em um aroma refrescante.

Uma família polêmica

O reconhecimento da marca como √≠cone de sofistica√ß√£o trouxe fama, dinheiro e, sobretudo, conflitos familiares, especialmente na d√©cada de 80, depois que Aldo Gucci foi citado em um esc√Ęndalo de fraude fiscal que atingia os US$ 7 milh√Ķes. Desentendimentos e intrigas entre os membros da fam√≠lia colaboraram para que grife entrasse em um per√≠odo de in√©rcia criativa, al√©m de problemas financeiros e a freq√ľente cita√ß√£o da palavra ‚Äúfal√™ncia‚ÄĚ. Nesta √©poca, arremessos de cinzeiros e palavr√Ķes eram comuns na sala de reuni√Ķes da diretoria. Em 1989, uma empresa de investimentos √°rabe, a Investcorp, adquiriu quase 50% do comando da GUCI. Para completar, em 1995, o √ļltimo membro da fam√≠lia a dirigir a empresa, Maurizio Gucci, sobrinho de Aldo e neto do fundador da grife, foi assassinado quando chegava a seu escrit√≥rio, em Mil√£o, a mando de sua ex-mulher, Patrizia Reggiani. Anos depois, Patrizia, condenada a 26 anos de pris√£o, pediu permiss√£o √† justi√ßa para cumprir a senten√ßa em pris√£o domiciliar. Misteriosamente, todos os funcion√°rios que trabalhavam na papelada do caso foram acometidos por sintomas como irrita√ß√£o na garganta, pele rachada e enj√īos. A doen√ßa desconhecida foi apelidada de ‚Äúa maldi√ß√£o de Maurizio‚ÄĚ, pois muitos acreditavam que se tratava de uma manobra sobrenatural do fantasma do executivo para impedir que sua ex-esposa sa√≠sse da cadeia. Tal processo foi abandonado, j√° que todos os funcion√°rios da justi√ßa milanesa se recusaram a mexer nos pap√©is da apela√ß√£o.

Relógios Gucci

Os dados

‚óŹ Origem: It√°lia
‚óŹ Funda√ß√£o: 1921
‚óŹ Fundador: Gauccio Gucci
‚óŹ Sede mundial: Floren√ßa, It√°lia
‚óŹ Propriet√°rio da marca: PPR Group
‚óŹ Capital aberto: N√£o (subsidi√°ria)
‚óŹ Chairman & Presidente: Robert Polet
‚óŹ CFO: Alexis Babeau
‚óŹ Diretor criativo: Frida Giannini e John Ray
‚óŹ Faturamento: US$ 3.3 bilh√Ķes (estimado)
‚óŹ Valor da marca: US$ 7.69 bilh√Ķes (2007)
‚óŹ Lojas: 494
‚óŹ Presen√ßa global: 120 pa√≠ses
‚óŹ Funcion√°rios: 10.604
‚óŹ Segmento: Vestu√°rio
‚óŹ Principais produtos: Roupas e acess√≥rios de luxo
‚óŹ √ćcones: A bolsa com al√ßa de bambu e o mocassim com brid√£o
‚óŹ Website: www.gucci.com

O valor

Segundo a consultoria brit√Ęnica InterBrand, somente a marca GUCCI est√° avaliada em US$ 7.69 bilh√Ķes, ocupando a posi√ß√£o de n√ļmero 46 no ranking das marcas mais valiosas do mundo.

A marca no mundo

A marca tem cerca de 494 lojas, pr√≥prias e em sistema de franquia, ao redor do mundo, com faturamento de US$ 3.3 bilh√Ķes. A famosa marca italiana, controlada pelo grupo PPR (propriet√°rio tamb√©m das grifes Yves Saint Laurent, Sergio Rossi, Boucheron, Alexander McQueen, Stella McCartney, Balenciaga), produz e vende atualmente bolsas, malas de m√£o e outros acess√≥rios de couro (que representam 30% do total de vendas da marca), sapatos, roupas, gravatas, perfumes e rel√≥gios. Em rela√ß√£o a participa√ß√£o de mercado para a marca, o maior √© a Europa (47.1%), seguido dos Estados Unidos (19.1%) e do Jap√£o (14.3%).

CLIQUE AQUI e encontre produtos da Gucci em nosso site.

Fonte: www.mundodasmarcas.blogspot.com

 
Roupas da Moda EUA
ENTRE EM CONTATO
(11) 3131-6279
Home
Sobre a Leugrife
Artigos de moda
Encomendas
D√ļvidas
Contato
Entre em contato Minhas compras Dúvidas Frequentes Faça sua encomenda dos EUA Sobre a LeuGrife